sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Com o dom, A Palavra.


como é tortuoso o caminho da palavra
torce retorce distorce contorce
metamorfa-se
continua, não importando natalidade
nem lápide

assombra entristece
ressalta enaltece
elucida, tenta
falha falha falha

Fé, é preciso ter fé
nela que não se explica
para uma palavra não há metalinguagem
um universo, talvez...

2 comentários:

Pa disse...

''para uma palavra não há metalinguagem''...
Ótimo o texto Lita *-*
Sem mais (palavras) rs

nauvegante disse...

nossa cara, essa foi uma das melhores coisas que eu já li sobre a vida das palavras, eu falei coisas sobre caduquices delas, confere no "Manual de contrabandear sonetos de fantasia..."