domingo, 15 de fevereiro de 2009

O Nascimento do Arco-Íris


A caminhada foi longa, mas terminou
uma parede imensa em minha frente mostra-se
verifico seus arredores, não tem fim
porém o outro lado é aparente
e em todo sua nobreza
uma grande árvore se exibe
juntamente a maravilhosos frutos

Neste momento, um anjo viajante passea
percebo uma lágrima, ela é fantástica
e a ela se juntam outras mais
varrendo o céu num espetáculo fabuloso
envolvendo a planta e seus filhos em sua
tristeza amarga e sincera

O anjo se perde na imensidão do azul
num pequeno intervalo entre a chuva e o sol
sete frutos se libertam de sua genitora,
e em uma transmutação repentina
tornam-se flores, com sete cores
e dançam conforme o batismo do vento

Fascinado pelo que acontecia diante de meus olhos
fui tomado por um estranho sentimento
era um misto de felicidade e angústia
espanto e tristeza
pois fui um homem de sorte ao presenciar
algo que poderia mudar qualquer homem
portanto meu desejo foi o de que todos
tivessem o mesmo fortúnio

Foi quando eu notei que as flores me fitavam,
compreendendo o que se passava em minha alma
decidiram então fazer um acordo com o Céu,
ficariam juntas eternamente com ele.
se mostrariam ao mundo e deixariam mais feliz
o nostálgico e melancólico cinza
a que ele se submete após a chuva.

4 comentários:

Lucas Pessoa disse...

Tal qual filho da sociedade...
os herdeiros bastardos sempre exilados atrás de um muro e de um feudo que nao compreende que há nas cores tanto amor quanto na escuridão. Que há nas cores tanta alegria, tanto respeito, tantos ramos cheio de flores e frutos quanto numa árvore que soergue há bilhões.
Tal qual filho da sociedade que segue seu arco caminho na ligeira tentativa de ser muito mais que só um brilho num céu cinzento mas de ser assim, filho...nascido!

Anônimo disse...

tá se aprimorando hein?

foi o melhor! muito bom, de verdade!

jade medeiros disse...

qual foi o doce que tu tomaste?

Mariáh disse...

acho que BikeOriginal, porque tá muito bom mesmo. E eu com doce só mostro a bunda...Cada um com seu talento...